Mulheres Alteradas

O texto de Andrea Maltarolli é uma adaptação dos cinco volumes de “Mulheres Alteradas”, da chargista e cartunista Maitena. Após estrondoso sucesso de público e também de crítica em sua primeira temporada, com mais de 160 mil espectadores, o espetáculo estreia no Rio de Janeiro. As atrizes Luiza Tomé, Flávia Monteiro, Giovanna Velasco interpretam três amigas muito cativantes e engraçadas. O trio divide o palco com Daniel Del Sarto, que interpreta vários personagens masculinos.

Na trama, Lisa é separada do marido e entra em crise por conta de um nódulo que apareceu em um dos seios. Alice é uma mulher solteira que não desiste de encontrar o seu grande amor. Já Norma é uma executiva pragmática, casada, com dois filhos e, agora, se  depara com a terceira gravidez.

A peça, que tem direção assinada por Eduardo Figueiredo, mapeia o discurso sobre a feminilidade presente no mundo contemporâneo dessas mulheres, assoladas por cobranças e demandas desgastantes e, às vezes, quase impossíveis de serem atendidas. Isso, sem contar com a necessidade de ostentar uma vida emocional serena, equilibrada, a toda prova.